By URL
By Username
By MRSS
Enter a URL of an MRSS feed
 
or

pt.euronews.net Um poeta checheno foi assassinado em Moscovo na noite passada. Ruslan Akhtakhanov era um fervoroso defensor da permanência da república do Cáucaso na Federação Russa e era favorável à coexistência da cultura ocidental e da religião islâmica. O escritor foi abatido com várias balas na cabeça enquanto estacionava o carro junto à sua casa. A polícia suspeita dos separatistas chechenos. O atirador fugiu num Ford Focus que foi encontrado calcinado horas depois. A guerrilha islâmica continua a bater-se pela independência da Chechénia.